ONE MINUTE DIARY  1_perdendo os segundos
Vídeo-performance, Berlim, 2014
Arshake www.arshake.com Itália | Galeria Vermelho - Festival Verbo, São Paulo, 2015 | Paço das Artes, São Paulo, 2016
1’

Em ONE MINUTE DIARY 1_perdendo os segundos (https://vimeo.com/127340968), uma pessoa reflete sobre o passado enquanto o tempo continua a avançar. Migração no tempo e no espaço. O espaço é um conceito estável – uma pessoa pode voltar para um lugar do passado? Trata-se de uma coleção de pensamentos causados por uma sensação de nostalgia. Saudades de algo que não se encontra no tempo presente.

Em “A Ignorância”, Milan Kundera analisa o conceito de nostalgia em línguas diversas: “O regresso, em grego, diz-se nostos. Algos significa sofrimento. A nostalgia é portanto o sofrimento causado pelo desejo insatisfeito de regressar. Para esta noção fundamental, a maior parte dos Europeus pode utilizar uma palavra de origem grega (nostalgia) e, além disso, outras palavras com raízes na sua língua nacional: añoranza, dizem os Espanhóis; saudade, dizem os Portugueses. (...) Em cada língua essa palavra adquire uma nuance semântica diversa. Com frequência, diz respeito à dor causada pela impossibilidade de retornar ao país de nascença: um desejo ou saudades de ‘casa’. O que em Inglês se diz “homesickness” ou em Alemão “Heimweh” e em  Holandês “heimwee”.

ONE MINUTE DIARY 1 trata da dor de lidar com a passagem do tempo e a transformação do espaço em ruínas. Uma volta de 360 graus em torno do cronograma de uma vida. Enquanto a imagem gira em sentido horário, o corpo executa um movimento anti-horário de tal forma que o sujeito não pode parar nem controlar este ciclo.

O projeto ONE MINUTE DIARY é uma série de vídeo-performances com duração de um minuto que compõem um diário escrito através de imagens. O texto escrito ou falado forma uma trilha sonora para a narrativa visual. Nesses breves diários, cristina elias procura dar forma a pensamentos, ideias, sentimentos, sensações e imagens que durante anos tenho descrito e anotado em diversos pequenos cadernos. Uma tentativa de concentrar em um trabalho audiovisual de um minuto, diversas páginas de um diário, diversos dias de uma vida.

voltar aos trabalhos...
© 2012-2017 Cristina Elias all rights reserved