INSCRIPTURA
performance, vídeo, instalação e múltiplos, 2017

“O feminino, para usar uma catacrese, é domesticado e tornado ininteligível dentro de um falogocentrismo que pretende ser auto-constitutivo. Repudiado, o remanescente do feminino sobrevive como o espaço inscricional dentro desse mesmo sistema.”
Judith Butler em Bodies that Matter (NY, Routledge, 2011, p. 13)

Em Inscriptura, Cristina Elias expande a performance para diferentes suportes (vídeo, telas e instalação) que possibilitam a escrita de um diário. Formal e conceitualmente, a mostra busca investigar a essência do “feminino”, eclipsada pelas diversas camadas de condicionamentos sócio-culturais e históricos que foram depositados ao seu redor ao longo do tempo.

Nas performances, apresentadas ao vivo e em vídeo, a artista explora duas camadas de expressão: em uma, cria a mulher que oferece ao observador aquilo que ele está habituado a receber – sua exposição objetificada; em outra, cria um espaço íntimo, seguro e protegido, onde as palavras adquirem fisicalidade através do movimento silencioso do corpo.

Além das performances e vídeo-performances, Inscriptura  inclui 31 telas compostas por texto escrito em carvão, sobre o qual se adiciona uma imagem impressa em acrílico, ambos amarrados por uma frágil linha de lã. Nestes objetos, que a artista denomina objetos-ação (fazendo referência à teoria de Kristine Stiles no texto Out of Actions: Between performance and the object de 1998), procura-se reproduzir princípios que norteiam a realização das próprias performances como o acaso e a tentativa de incluir o ‘agora’, o tempo presente, no processo de criação (a escrita do texto na tela se dá em fluxo de ‘in-consciência’, de forma imediata, sem pré-planejamentos e reflexões).

A mostra Inscriptura é o resultado de um processo iniciado por Cristina Elias em 2014, em que a artista pesquisa através de suportes e linguagens diversas, formas que se aproximem da possibilidade de representação e objetificacão da subjetividade.

Inscriptura foi contemplada com o prêmio Temporada de Projetos do Paço das Artes 2017 (Júri: Benjamin Seroussi, Juliana Gontijo, Priscila Arantes, Solange Farkas e Vinícius Spricigo) e realizada no Museu da Imagem e do Som - MIS São Paulo de 06 de Setembro a 08 de Outubro de 2017.

voltar aos trabalhos...
© 2012-2017 Cristina Elias all rights reserved